Remediação ambiental

Os Processos de Remediação Ambiental têm o objetivo de promover a remoção, a transformação ou a destruição de contaminantes presentes no meio ambiente. Estes contaminantes podem estar no solo, nas águas subterrâneas ou superficiais, inseridos normalmente no meio ambiente através de ações antrópicas, como atividades industriais, comerciais ou da construção civil.

Os órgãos ambientais e demais instituições do poder público solicitam a imediata realização de ações de remediação para “sites” contaminados visando a redução dos riscos potenciais à saúde humana e ao ambiente.

Os métodos e processos utilizados na remediação podem variar desde soluções mais simples até processos mais complexos, e para qualquer situação, a equipe da Sirius possui uma ou diversas soluções inovadoras, eficientes e precisas.

Remediação por oxidação química

A oxidação química in-situ, também conhecida como ISCO (In-Situ Chemical Oxidation), faz parte da gama de serviços da Sirius. Essa técnica consiste na injeção de produtos químicos reativos diretamente no local contaminado, com o objetivo de degradar rapidamente os contaminantes por meio de reações químicas que promovam sua transformação ou destruição. Podem ser tratados contaminantes orgânicos e inorgânicos, como os metais pesados.
O sistema Direct Push presente na sonda hidráulica da Sirius também é amplamente utilizado na remediação de áreas contaminadas, através da injeção de oxidantes no subsolo.

Biorremediação

A biorremediação é a utilização de microorganismos para a remoção de poluentes do meio ambiente. As técnicas de biorremediação aceleram os processos naturais de biodegradação (transformação ou destruição de contaminantes por processos biológicos realizados por microorganismos), possuindo a vantagem de ser uma técnica limpa, pois quando aplicada não causa nenhum impacto ao meio ambiente.

Biorremediação de hidrocarbonetos e contaminantes orgânicos

Utilização de tecnologias que venham a favorecer a biodegradação dos contaminantes de forma mais rápida e eficiente, sendo uma solução inovadora e ambientalmente responsável para a biorremediação de hidrocarbonetos e demais contaminantes orgânicos. Nossas técnicas estimulam a biodegradação (transformação, destruição) dos contaminantes em produtos finais como CO2 (gás carbônico) e H2O (água).

Remediação de metais pesados

Immobilization of Soluble Metals by Precipitation and Adsorption

Nesta técnica realiza-se a imobilização de metais solúveis via precipitação reforçada, redução e adsorção, transformando os contaminantes a serem tratados em precipitados estáveis.

Para a realização da imobilização de metais solúveis, é utilizado um reagente importado dos Estados Unidos. Este substrato representa uma forma única para tratamento de solo, sedimentos, resíduos industriais e água subterrânea contaminadas com metais pesados.

É um reagente customizado para remediar os sites mais desafiadores.

Após a colocação do substrato (reagente) na área de tratamento, inúmeros processos físicos e químicos se combinam para criar condições de forte redução em que os metais podem ser imobilizados no subsolo, não oferecendo mais riscos ao meio ambiente, além de suas concentrações no aquífero serem intensamente reduzidas.

Adicionalmente, os reagentes não dependem de processos microbiológicos para a formação dos precipitados, eles funcionam bem até em ambientes altamente tóxicos, com altas concentrações de metais pesados, altas concentrações de contaminantes orgânicos, como solventes, elevadas quantidades de sais ou níveis extremos de pH.

A Sirius foi a primeira empresa no Brasil a utilizar este reagente durante a realização desta pioneira técnica de remediação.

Fale conosco

Nosso endereço

Sirius Engenharia Ambiental

Av. Panamericana, 851 – Porto Alegre – RS

Rua Dinarte Ribeiro, 171 - Porto Alegre - RS
contato@siriusambiental.com.br +55 51 4063-9639